Eu tenho medo de palhaços!!

 

Quem nunca foi ao shopping e viu alguém soltando o choro ao ver o Papai Noel? Acha difícil de entender? Imagine-se sendo levado para passear e dar de cara com um velho gordo, de roupa vermelha, barba enorme, que dá uma risadona e ainda por cima ter que sentar no colo dele!

Ou então, como entender que é possível conversar com algo que nem humano é, como o Coelho da Páscoa? E o que dizer de alguém que se veste com roupas largas, tem um nariz vermelho e faz muito barulho? Com essas descrições acho que ficou fácil compreender porque algumas crianças têm medo dessas figuras que, na verdade, existem para nos trazer alegria.

Esse tipo de medo é mais comum entre crianças de 1 a 4 anos. Ele é tão ruim quanto o medo que sentimos do escuro, portanto, se o seu irmãozinho chora ao ver um desses personagens, nada de ficar tirando sarro. Acompanhe esta reportagem e descubra como ajudá-lo a enfrentar esse temor.

A explicação para o medo

 A coisa mais legal da nossa infância é que é durante este período que começamos a descobrir o mundo. E as nossas reações àquilo que é novo variam sempre de acordo com as nossas experiências – como quando você comeu cenoura a primeira vez e adorou – ou de acordo com as informações que recebemos sobre determinado assunto – como quando alguém diz para você que chuchu é ruim e, por isso, você sequer experimenta.

É pelo simples fato de não conhecer ou entender direito figuras como o Papai Noel, o palhaço e o Coelho da Páscoa, que os pequenos acabam ficando assustados. Conforme a gente vai crescendo começamos a entender melhor as coisas, o que nos ajuda a enfrentar nossos medos. Com isso, muitos temores da infância vão ficando para trás.
Entretanto, algumas situações podem fazer com que um determinado medo fique por mais tempo na nossa cabeça. Os filmes de terror são os campeões em fazer isso. Por exemplo: você pode até não ter medo de palhaço, mas assiste a um filme em que uma pessoa vestida de palhaço faz muitas coisas ruins. Pronto, já misturou tudo na sua cabeça e você acaba ficando assustado.

 Segundo a psicóloga Suzy Camacho os filmes da série “Boneco Assassino” são os que mais provocam medo. “Algumas crianças nem assistiram e tem medo só de ouvir falar”, afirma.

 Como enfrentar

 De acordo com a psicóloga, geralmente perdemos naturalmente o medo de Papai Noel, palhaço e Coelho da Páscoa conforme passamos a entender que esses personagens estão ali para nos divertir. Por isso, você pode ajudar seu irmãozinho explicando a ele que aquela figura não faz mal para ninguém.
Nos casos de filmes de terror, se você é uma pessoa que fica muito assustada ao assisti-los o melhor é não ver. “Ninguém é obrigado a ver filme de terror se não gosta. Caso esteja passando na televisão é só trocar no canal. Se você estiver assistindo a um DVD procure desviar o rosto ou fechar os olhos nas cenas mais fortes”, sugere Suzy.

 Durante a noite, para evitar que o filme atrapalhe seu sono, a dica é pensar em outra coisa, algo que seja divertido, como um passeio legal ou uma coisa nova que você aprendeu na escola.

 Se você estiver com medo de algum brinquedo, nada de deixá-lo de lado, de castigo. O melhor, segundo a psicóloga, é brincar e se divertir bastante com ele, assim, aos poucos, a sua mente vai compreendendo que aquele boneco foi feito para deixar você feliz e não assustado. “Lembrar de quem ganhou o brinquedo também pode ajudar, pois você passa a associá-lo a algo bom”, explica a psicóloga.

por Daiane Parno, Colaboradora iG São Paulo

Anúncios