Aplicador de camisinha ganha prêmio na África do Sul

 

1772007022317132115camisim.jpg

Todo o procedimento leva menos de três segundos, segundo o inventor.

CIDADE DO CABO – Um dispositivo sul-africano que seria capaz de colocar uma camisinha em um homem em menos de três segundos, foi nomeado o “objeto mais bonito” em uma feira de design na Cidade do Cabo.

O aplicador de camisinha, inventado por Roelf Mulder, venceu o principal prêmio na exposição Design Indaba Beautiful Objects e derrotou 14 outros produtos, incluindo uma ultramoderna casa pré-fabricada.

“A facilidade com que o objeto procede torna mais um prazer usá-lo do que uma obstrução ou algo do tipo”, disse Mulder a dezenas de espectadores, na demonstração interativa de sua invenção.

Ele disse que o aplicador, que levou seis anos para projetar, poderia diminuir a probabilidade de doenças sexualmente transmissíveis como a aids, especialmente na África do Sul, onde mais de 10% da população tem a doença.

Embrulhado em um pacote serrilhado, o aplicador coloca uma camisinha previamente encaixada que escorrega pelo pênis até a base. Então, o aplicador sai. Todo o procedimento leva menos de três segundos, segundo Mulder, que alega que o aparelho virtualmente elimina a possibilidade de rasgar a camisinha ou colocá-la do jeito errado.

O aplicador ainda não está à venda no mercado.

Anúncios