Fininho e baratinho

Quando o assunto é celular ultrafino, é natural pensar em aparelhos sofisticados e com preços nas alturas. Pelo menos até você conhecer o Motofone F3, o telefone fininho da Motorola que custa só 84 reais.

Com apenas 0,9 milímetro de espessura, o Motofone foi apresentado no meio do ano passado como um celular desenvolvido especialmente para os mercados emergentes, como Brasil e Índia. Entre a divulgação e a chegada do aparelho às lojas, tivemos aí cerca de 6 meses e uma ótima surpresa: o preço. Em vez dos valores divulgados anteriormente (algo entre 129 e 149 reais), o Motofone está à venda no varejo por 84 reais, para o uso com chip da Claro (que não acompanha o produto).

Em termos de recursos, o Motofone é um celular que serve apenas para falar e trocar SMS. Mas com todo o charme e praticidade de um telefone ultrafino, o que o torna atraente não apenas para quem está duro. O Motofone também é uma boa alternativa como um segundo celular para donos de telefones GSM. Isto é, como um aparelho para encarar locais e situações onde não é muito aconselhável desfilar com um celular caro. Afinal, como mostra uma pesquisa realizada pela Secretaria de Segurança Pública e a Fundação Seade divulgada em janeiro, o celular é o item mais cobiçado pelos ladrões que atacam na Grande São Paulo. Em 12 meses, pelo menos 250 mil pessoas tiveram os celulares roubados ou furtados.

Anúncios